Perfume vegano: o aroma que conquista cada vez mais pessoas

A forma de consumo da população brasileira está cada vez mais voltada para um estilo mais sustentável. A saúde finalmente se tornou um objetivo e algumas práticas estão instantaneamente associadas ao bem-estar como vegetarianismo e o veganismo, por exemplo.

Felizmente, todas as esferas passaram a fazer parte desse movimento, inclusive os cosméticos. Essa classe pode ser representada pelo perfume vegano, um produto que conquista continuamente muitos fãs.

Se você ainda não conhece esse tipo de perfume, acompanhe este artigo e, através dos tópicos abaixo, se depare com um aroma delicioso e sustentável. Acompanhe a leitura!

  • O que é perfume vegano?
  • Diferença entre cosméticos veganos, orgânicos e naturais
  • Escolhas mais conscientes

O que é um perfume vegano?

O veganismo é conhecido desde 1944 e foi criado no Reino Unido pela The Vegan Society ou Sociedade Vegana. Apesar disso, seu grande estouro é datado mais recentemente.

Em seu conceito, o veganismo busca tirar de forma tranquila, cabível e saudável, toda e qualquer forma de exploração e maldade contra os animais. Para isso, a prática rejeita o consumo dos produtos de origem animal, seja por meio de ingestão, uso de vestimenta ou qualquer outra maneira/contato.

O perfume vegano se preocupa com a origem dos ingredientes e com a forma que o produto foi testado. Para isso, ele utiliza matérias primas que têm origem vegetal e livres de testes em animais seguindo a filosofia cruelty-free.

Para melhorar, além de sustentáveis para o planeta, os perfumes veganos também são favoráveis à saúde da pele. Ou seja, só vantagens!

Diferença entre cosméticos veganos, orgânicos e naturais

Vamos agora entender a diferenciação entre essas três classe de perfumes:

  • Veganos: são aqueles que não contém ingredientes de origem animal como, por exemplo, mel, leite, cera de abelha, lanolina ou colágeno. Como mencionado anteriormente, eles também excluem qualquer forma de crueldade animal. Pode haver em sua composição produtos sintéticos;
  • Orgânicos: são aqueles feitos de matérias primas 100% naturais (não sintéticos) e não possuem substâncias tóxicas que podem prejudicar o nosso organismo;
  • Naturais: também são perfumes 100% naturais, sem aditivos químicos ou sintéticos. Porém, diferente dos produtos orgânicos, os perfumes naturais podem conter ingredientes de cultivo convencional sem selo orgânico.

A indústria aposta cada vez mais nos três tipos de segmentos. Isso é excelente pois é um hábito que, para o bem do ambiente e do nosso corpo, deve ser normalizado o mais rápido possível.

Escolhas mais conscientes

Embora não pareça ou o aroma não entregue, muitos perfumes podem ter em sua composição alguma ligação direta com os animais. A escolha de ser ou não consciente sobre isso é sua.

Hoje em dia, com toda a informação que temos e com os rótulos de produtos preenchidos com bastante dados, fica fácil conhecer qual a origem do perfume que você consome.

Eis uma dica: se você não abre mão da sua fragrância preferida e ela tem origem animal ou é testada neles, tente conhecer os aromas veganos. As opções são tantas que talvez exista alguma dentre elas que lembre bastante aquela que é o seu xodó.

Mas lembre-se: o importante é que se houver uma transição, ela seja possível e praticável, e não um sacrifício. Você pode se surpreender com o resultado!

Você curte esse tipo de conteúdo? Gostou de saber sobre perfume vegano? Nosso site está recheado de temas semelhantes. Continue a navegação para descobrir mais novidades!

Compartilhe:
×